Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008

Menina dos caracois

 

Conheci uma miúda
De cabelos aos caracóis
Em nada sisuda
Com cabelos de mil sois
 
Encantou o meu ser
Com brincadeiras e piadas
E quis eu a ter
No Olimpo das amadas
 
Brincamos e rimos
E conversamos muito mais
Trocamos, ate, mimos
Trocamos vivencias e tudo mais
 
A menina dos caracóis
Fez ruir a minha protecção
Com a força dos mil sois
Mostrou-me que não sou valentão
 
Julguei que por ninguém iria sofrer
Que tudo estava controlado
Mas por ela pensei morrer
Por ela sou um ser desmoronado
 
Mostrou-me o significado de amar
E como dói perder alguém
Mostrou que amar é mais que gostar
E como eu agora percebo isso bem
 
Escolheu outro caminho
Fugiu de mim já mulher
Por ela guardo carinho
Comigo ainda tenho o desejo de a ter
 
Que seja muito feliz
Quer seja amada do coração
Que seja o que eu não a fiz
Mas que saiba que é a minha paixão
 
Dizem que o primeiro amor dói
E eu confirmo, sim senhor,
Não só dói como rói
E isso nos provoca muita dor
 
Abro mão da minha menina
Que ela voe para onde quiser
Que se torne libertina
Que eu já a tornei mulher
 
Adeus meu mau feitio
Adeus que sejas feliz
Tu sabes que a relação será por um fio
Mas que te façam aquilo que eu não fiz.

publicado por sensei às 13:10
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De fofinhatuga a 11 de Dezembro de 2008 às 15:44


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.Contador

Contador de acesso grátis
Temporada

.pesquisar

 

.Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
17

18
21
22
23
24

25
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Testamento

. Adeus... Acabou ou acabar...

. "Odeio-te Temporáriamente...

. Não sei... Eu sou...

. Quando.... Quando.....

. Acorda para a VIDA

. "Pensamento"

. Ai... Até já

. Não me mereces

. Quando olho nos teus olho...

.arquivos

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags