Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Nunca... Deixa....

 

Nunca percas o sorriso de criança
Nunca percas a esperança
Nunca negues uma lembrança
Ou vivas com desejo de vingança
 
Vive o hoje diferente do ontem
E o amanha diferentes também
Vive com a certeza absoluta
Vive com a certeza que o vives bem
 
Não negues o teu passado
Ou digas que não tens um ser amado
Não escondas os sentimentos
Nem te afundes em lamentos
 
Aceita-te como és
Aceita aquilo que em ti vês
Não mudes só por mudar
Nem mudes unicamente para agradar
 
Luta pelo que desejas
Luta, combate onde quer que estejas
Faz o que melhor sabes fazer
Que certamente será viver.
 
Não julgues quem errou
Pois pelo erro ele já passou
Tenta tu com ele aprender e não errar
Pois pelo erro ainda podes passar
 
Não te acomodes só por acomodar
Pois a vida foi feita para lutar
Não fiques com alguém só por ficar
Fica com quem realmente estás a amar
 
Não é por uma vez não ter dado certo
Que o futuro a dois será algo incerto
Pois ele pode ter acordado
E perceber que te ama e por ti é amado
 
Dá sempre mais uma oportunidade
Quando te é pedida de verdade
Pode ser a oportunidade derradeira
Mas que seja uma oportunidade verdadeira
 
Faz o que te diz o coração
Não só o que te diz a razão
Procura sempre a paixão
Está sempre á tua mão.
 
Deixa que te façam feliz
Algo que eu julgo que já te fiz
Deixa que eu te faça novamente
Deixa-me ser um amor repetente
 
Não te feches, por favor
Abre o teu coração ao meu amor
Não te entregues, amanhã, a outro “senhor”
Deixa-me alegrar-te a vida, apagar-te a dor.

publicado por sensei às 16:03
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De CA a 3 de Dezembro de 2008 às 16:17
Olá
muito giro o poema! encorajante


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.Contador

Contador de acesso grátis
Temporada

.pesquisar

 

.Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
17

18
21
22
23
24

25
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Testamento

. Adeus... Acabou ou acabar...

. "Odeio-te Temporáriamente...

. Não sei... Eu sou...

. Quando.... Quando.....

. Acorda para a VIDA

. "Pensamento"

. Ai... Até já

. Não me mereces

. Quando olho nos teus olho...

.arquivos

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags