Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Lágrima Escondida

 

Será que sou diferente

Ou simplesmente não gostam de mim

Será que nunca seguirei em frente

E esta falta de consideração não terá fim?

 

De que servem os cursos que tirei

Se por muito que queria não os uso

De que serve o tempo que gastei

De que serve o dinheiro que lhe podia ter dado outro uso

 

Porque me julgam inferior

Porque me desterram para este lugar

Serei eu a pior

Ou simplesmente não me querem aturar

 

Serei inútil de verdade

Ou simplesmente obediente de mais

Serei o cúmulo da inutilidade

Ou de outras coisas tais?

 

Estão a passa-me um atestado de burrice

Ou simplesmente me esqueceram aqui

Serei eu o cúmulo da burrice

E para burra nasci?

 

Porquê esta solidão

Este desamparo a que fui votada

Porque me deixam nesta “escuridão”

Neste pólo abandonada

 

Enche-me de tristeza

A falta de coragem de alguém

Alguém que tenho a certeza

Que de todo não me quer bem

 

Porquê tanta hipocrisia

Porquê tanta falta de lealdade

Eu não pedia muita mordomia

Eu só pedia a verdade

 

Aqui continuo

Atirada sem nada para fazer

Aqui continuo

Destinada a perdida permanecer.


publicado por sensei às 17:26
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De fofinhatuga a 27 de Novembro de 2008 às 17:46
Obrigada do fundo do coração pelo poema...conheces-me muito bem....
Beijo grande


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.Contador

Contador de acesso grátis
Temporada

.pesquisar

 

.Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
17

18
21
22
23
24

25
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Testamento

. Adeus... Acabou ou acabar...

. "Odeio-te Temporáriamente...

. Não sei... Eu sou...

. Quando.... Quando.....

. Acorda para a VIDA

. "Pensamento"

. Ai... Até já

. Não me mereces

. Quando olho nos teus olho...

.arquivos

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags